Doutor quais são os efeitos do diabete nos meus olhos?

Informativo, Novidades
14 de novembro de 2015
topo_casal_idosos _

A diabetes é hoje uma das principais causas de cegueira na população. Sua prevalência vem aumentando também devido aos hábitos alimentares pouco saudáveis cada vez mais comuns.

doces

Entre os diversos órgãos que podem ser afetados pela doença, os olhos podem trazer grande prejuízo na qualidade de vida quando atingidos.

A retina é a parte do fundo dos olhos, responsável por receber a luz (estímulos luminosos) e transmitir essas informações para o cérebro, através de impulsos nervosos. As alterações causadas pelo diabetes mal controlado podem atingir diretamente essa porção dos olhos, causando a RETINOPATIA DIABÉTICA.

retinopatia_diabetica

A retinopatia diabética pode causar diminuição na visão, desde formas leves, severas (edema macular) e até cegueira (descolamento de retina). Daí a importância do exame anual de fundo de olho: este exame pode detectar de forma precoce as alterações e iniciar o tratamento quando indicado, diminuindo a chance de perda irreversível de visão.

glaucoma5

A chance de desenvolvimento de retinopatia diabética aumento com a idade, com o tempo de doença, com mal controle de glicemia e comorbidades associadas, como a hipertensão arterial.

casal_idosos

O tratamento pode ser feito com fotocoagulação a laser, injeção intraocular de corticóides e/ou anti-angiogênicos, e em alguns casos, cirurgia. Nos casos de anti-angiogênicos há várias medicações atualmente no mercado brasileiro que podem auxiliar no tratamento. Mas em todos os casos, é muito importante o controle da doença como um todo, com glicemia e hemoglobina glicada nas faixas indicadas pelo endocrinologista ou clínico.

Além da retinopatia, outro problema que pode atingir os diabéticos é a CATARATA, que é a opacificação da lente natural dentro dos olhos. Ela tende a ser mais frequente e se apresentar em idades mais precoces em pacientes diabéticos se comparado com a população não diabética. Os sintomas mais comuns são embaçamento visual, como se houvesse uma cortina de fumaça na frente dos olhos e piora da visão em ambientes ensolarados (em alguns tipos de catarata). O tratamento com cirurgia de catarata é bastante eficaz na resolução desse problema e restauração da visão.

tabela_oftalmo

O diabetes também tem se mostrado como fator de risco para desenvolvimento de  GLAUCOMA. Também neste caso, o diagnóstico precoce e o tratamento corretamente indicados diminuem a chance de perda visual e cegueira.

Menos comum, uma forma de NEUROPATIA pode atingir os olhos. É a paralisia do sexto par, um nervo de controla a movimentação dos olhos. Esses pacientes apresentam visão dupla e desvio de um olho (“olho torto”), a após diagnóstico correto e exclusão de outras causas potencialmente graves, os sintomas tendem a melhorar em algumas semanas ou meses.

 

Confira esta e muitas outras dicas na nossa página do facebook.


Deixe uma resposta

*