Entenda como a glicemia alta pode se manifestar nos olhos

Doenças Oculares
19 de fevereiro de 2018

Por

glicemia alta

Como você está enxergando? Você sabia que os olhos são uma janela para o nosso corpo? As perguntas podem parecer simples, mas a resposta pode abranger diversos aspectos.

A Hiperglicemia (Glicemia Alta) pode ser dividida em duas categorias, entre elas está a transitória ou crônica. Dentre as transitórias, temos como principais causas o abuso alimentar, estados infecciosos graves (como pneumonias) ou mesmo o excesso de hormônios catabolizantes e termogênicos por pessoas que desejam emagrecer.

Essas causas geralmente não são suficientes para gerar alterações permanentes na refração ocular por serem momentâneas. A Glicemia retorna aos valores normais quando há resolução da causa e são responsáveis por turvações visuais discretas e breves.

Já a Hiperglicemia Crônica é o resultado de um grupo de distúrbios metabólicos conhecido por diabetes. No Brasil, cerca de 22 milhões são acometidos por essa patologia.

O aumento crônico da glicemia traz alterações ao cristalino, que é uma das principais estruturas responsáveis pela refração ocular. A consequência desse processo é uma baixa de visão transitória nos estados hiperglicêmicos agudos. Se o controle da diabetes for inadequado, pode-se ter o início da retinopatia diabética, condição patológica que leva a uma baixa de visão crônica e pode conduzir à cegueira em estágios mais avançados.

Glicemia Alta

Retinopatia Diabética

A melhor forma de monitorar a retinopatia diabética é manter o controle clínico da glicemia, por meio de exercícios físicos, dieta e medicações. Entretanto quando instalada, pode requerer a utilização de laser ou injeções intraoculares na tentativa de restabelecer a visão.

A hiperglicemia causa alterações na refração do paciente. Por isso, nessa situação deve-se evitar a prescrição de óculos ou lentes corretivas. Os valores encontrados nunca serão os mesmo de quando o paciente atingir a estabilização adequada da Glicemia. Além disso, pode gerar transtorno ao paciente, ao não tolerar a adaptação aos novos óculos quando estiver com a glicemia controlada.

Se você tem diabetes, procure um oftalmologista! Ele irá fornecer todo o suporte adequado para a manutenção da sua saúde ocular. Cuide-se!

Responsável: Dr. Nagilton Bou Ghosn – CRM 150.850

Confira essa e muitas outras dicas na nossa página do Facebook.


Deixe uma resposta

*