Quem não tem colírio usa óculos escuro

26 de junho de 2017

20170501 blog

As drogas ilícitas são agentes químicos que podem ter influência sobre o tamanho das pupilas e sobre os seus reflexos de contração (miose) e dilatação (midríase). Elas podem influenciar também o padrão de resposta pupilar à luz e,  a capacidade de ver de perto (acomodação).

Isso ocorre devido à interação dessas substâncias com neurotransmissores, que modulam nosso estado de alerta/vigília e controlam o diâmetro pupilar, regulando a entrada de luz nos olhos . O balanço entre os neurotransmissores principais, de dois tipos de sistemas do organismo (simpático e parassimpático), é o que, em última análise, determina a influência das drogas sobre o tamanho das pupilas.
Leia mais…


Alergias Oculares no Inverno

14 de junho de 2017

20170501 blog

As mudanças de temperatura, comuns neste período do ano, aumentam em até 50% dos casos de alergias oculares. O problema pode atingir pacientes de todas as idades, principalmente aqueles que possuem histórico de alergia ocular e sistêmica (rinite, dermatite, asma etc.).

Entre os principais sintomas estão a coceira nos olhos, ardor, sensibilidade a luz, sensação de olho seco, dor ocular, vermelhidão, lacrimejamento e, em alguns casos, secreção e inchaço causados pelas reações imunológicas na córnea e conjuntiva que, podem gerar diminuição da transparência corneana e graves inflamações.

Leia mais…


A relação do estresse com doenças oculares

09 de junho de 2017

20170618 blog

Médicos e pacientes sabem há muito tempo da importância relevante em manter um estilo de vida equilibrado, tanto físico como mental, para o bem-estar emocional, que é considerado peça importante na prevenção e tratamento de diversos problemas de saúde.

Infelizmente, muitos de nós vivemos um dia-a-dia agitado e, cheio de compromissos, tornando dessa forma, cada dia mais difícil o cuidado com a saúde emocional.

As complicações advindas do estresse mental são bem difundidas e temidas, como por exemplo, as doenças cardiovasculares (como infarto e AVC), distúrbios do sono e depressão.

Leia mais…


Alguns cuidados importantes para curtir o mês junino sem preocupação.

05 de junho de 2017

20170605 blog

No embalo das comemorações das festas juninas, entre comidinhas típicas, quadrilhas, fantasias caipiras e muita animação, temos que lembrar que o repertório junino também abrange alguns perigos a serem ressaltados, a queima de fogos de artifício e a tradicional fogueira de São João, apresentando riscos à saúde dos nossos olhos.

É preciso ter cuidado com o calor e com a fumaça que saem das fogueiras e dos fogos de artifício, estes podem provocar ardor, queimação, vermelhidão, lacrimejamento e coceira nos olhos. Esses sintomas ainda podem evoluir para uma conjuntivite não contagiosa ou até para uma ceratite (lesão corneana).

Leia mais…